Tag: gestão hoteleira

Baixar Preço não é Solução, é um Problemão

Qualifique-se, estamos em Caxias do Sul – RS

… Ou não, porque pode não ser problema? Encerre suas atividades antes de começar a baixar preços porque esse é o fim queira você ou não. Há! Se estiver disposto a investir de outras fontes então baixe ou já dê como cortesia, nenhum dos dois me parece solução, e digo mais, não é.

Não pratico o “dumping de preços” e não recomendo.

Tenha uma grade de “Tarifas BAR” esta leva algumas horas a definir e não depende de ninguém. A partir delas use dinamismo e assim rentabilize seu empreendimento – Os conhecedores e praticantes de Revenue management não têm prejuízo nunca, mas isso tem um motivo, além de que já comentamos várias vezes e de tanto comentarmos e publicarmos sobre o assunto temos tido nossos cursos frequentados por quem pode decidir, o Revenue management é uma ciência econômica de gestão, precisa partir de cima sempre;

Read more

Vamos Otimizar a Venda Paralela!

Clique na Imagem aproveite preço de Lançamento

Clique na Imagem aproveite preço de Lançamento

Venda paralela é toda a receita gerada através da ocupação de UH, ou não, nos casos de Daly Use que devem incrementar/otimizar sua receita. O que podemos fazer para que isso seja uma constante? Vamos entender desde já que simples e fácil não são sinônimos e embora seja para profissionais vividos uma tarefa simples ela é sempre realmente menos fácil do que aparente. Temos estado atentos e em convívio com especialista sobre o assunto e esse convívio nos alertou para ótimas dicas de gerenciamento de hotéis para otimizar a venda paralela (serviços extras). E no próximo passo vamos ver sobre Incrementação de Vendas e vendas cruzadas. Existem vários serviços extras para oferecer em hotéis, mas como você sabe o que é mais lucrativo? Fazendo contas, usando métricas é assim que se mensura a eficiência e o retorno de um novo ou recém implantado serviço. Vamos incrementar nas vendas paralelas o menor custo e uso de mão de Obra, com sofisticação e sem perda de tempo.

Hoje é o dia, inicie o incremento de vendas a partir de agora e RENTABILIZE.

Ao longo de nossas consultorias temos implementado uma enorme lista de ações que otimizam a nossa receita. Porém com a dedicação que damos à profissão passamos um tempo extra tentando encontrar outras formas de ajudar nossos consultados a Otimizar suas receitas. Assim nossa lista de opções se estende e cria boas oportunidades.

Read more

RevPAR – (Revenue per Available Room) -receita por apartamento disponível

Engraçado, (receita por apartamento disponível)? Bem então deixa disponível já que ele gera receita!

Na verdade, é uma métrica, muito fraca, e como tal requer muito cuidado e para a Hotelaria ela não é de forma alguma a mais indicada, afinal ela preconiza receita por apartamento disponível, porém é uma métrica e pode ser usada. Já se falarmos de condo hotéis ela é necessária temos que dar satisfação aos investidores e esta métrica pode ser usada. Mas por falar em RevPAR qual a de sua preferência:Read more

Hotel Tech BRASIL

OS LINKS DE ACESSO   https://drive.google.com/file/d/1-PWJigF22_Z5mNhh4gta_soaZiyf2r-p/view?usp=sharing

https://drive.google.com/file/d/1-PWJigF22_Z5mNhh4gta_soaZiyf2r-p/view?usp=sharing

Gerenciando Relacionamentos e o CRM

Na hotelaria precisamos de Hóspedes, estes tornar-se-ão fiéis, cliente tende a nos trocar o que de forma alguma é interessante. Hoje a tecnologia nos ajuda muito nisso com os CRMs (Customer Relationship Management,) ou Gerenciamento de Relacionamento com o Cliente, em português.

Antes destes Softwers, nós tínhamos fichas manuscritas, e acreditem funcionavam extraordinariamente bem, porém, tal como os softers eles só funcionam se: 1ª forem alimentados ou estiverem integrados de forma correta, o que ainda assim não dispensa a intervenção humana.

2º se houver colaboradores capacitados para usarem as informações e souberem como fazê-lo.

Caso contrário, não funcionam, ou seja, a tecnologia ajuda e muito, porém não substitui.

Read more

A Expansão Hoteleira, Goiânia!!!

Três anos e meio antes da copa do mundo, eu li uma postagem feita pela presidente da ABIH de MG onde esta autora dizia que havia em faze inicial de projeto 30 novos empreendimentos hoteleiros, era nítida a preocupação desta Senhora pois ela tinha noção de que seriam mais trinta elefantes brancos se o Governo não investisse o que prometeu em determinados centros de convenções e havia ainda uns outros investimentos que eram a nível municipal.

Atrevi-me a colocar que aqueles empreendimentos e a maioria do parque hoteleiro local estava fadada ao fracasso, e para não falar só da parte negativa disse o que deveria ser feito para que tudo fosse bom para todos. Fizeram os 30 Hotéis, afinal o que alguém com 43 Anos de Gestão hoteleira em 3 continentes do Mundo com vivência em gestão de Hotéis de 150 a 1500 UHS pode entender de mercados? Assim eles não só acabaram com a hotelaria como levaram a área imobiliária de escritórios para o mais baixo patamar de mercado, quando eram a melhor cidade para se investir em prédios de escritório no País, em suma são uns gênios.

Read more

Administração, Planejamento e execução

Na Hotelaria e isso não deve ser muito diferente em qualquer empresa com uma boa administração uma vez por ano é feito o Planejamento Orçamentário Anual que traz consigo definição de metas numéricas. No caso da Áquia Administradora, e o mesmo recomendamos aos consultados da Águia Consultoria, isto é feito o mais tardar até outubro com vista ao exercício seguinte, porém um planejamento completo precisa nos mostrar muito mais. Ele é uma demonstração do auto-conhecimento da empresa, suas áreas com todos os pontos baseados no “SWOT” (Sigla em inglês), sua hierarquia e as atribuições de cada uma delas. Não precisamos lembrar que não é uma tarefa para uma ou duas reuniões, primeiro porque é um processo que deve ser feito por cada Gestor de setor, e depois aí sim revisada pelo Gerente geral no caso de uma só unidade. A partir daqui já deixamos bem claras metas e responsabilidades de cada um.

Este estudo não pode de forma alguma esquecer o mercado, e aqui falamos de todo ele, fornecedores diretos e indiretos seus perfis comportamentais e não vamos esquecer o cliente que no caso da hotelaria o bom é que possamos falar em Senhor Hóspede, são eles que nos dão razão de existir, o cliente ele vai e volta ou não, o hóspede é fiel.

Read more

Revenue Management (alguns cuidados)

Estou no jogo de Revenue Management (gestão de receitas) de hotel há mais de 3,5 décadas. E mesmo com toda essa bagagem ainda me espanto quando percebo que a maioria dos hotéis não explora devidamente todo o seu potencial. Resolvi colaborar e deixar aqui uma pequena discrição dos erros comuns feitos no gerenciamento de receita em hotéis, resorts e similares.

Infelizmente, um erro inicialmente poderíamos chamar de pequeno pode e a maioria das vezes vai afetar seus resultados e influenciar diretamente outros departamentos e isso será negativo quando erramos. Você poderia facilmente sofrer KPIs (indicativos) pouco confiáveis em relação ao desempenho de mercado para cima ou para baixo e isso altera todo o seu resultado já que a base da informação veio errada.

Aqui estão vários erros que detectamos nos hotéis, atente para eles e evite perder potencial de receita e principalmente de rentabilidade em seu empreendimento:


TEMPO é Dinheiro (NÃO o IGNORE)

É absolutamente necessário compreender sua janela típica de reserva no segmento alvo sempre que lançar uma oferta. Ao não entender isso a possibilidade de falha é alta e não ajudará a produzir os resultados desejados e pode ser a causa de um completo fracasso numa campanha promocional. Faltar nas janelas de reserva de chaves, mesmo por um dia, é um erro catastrófico e pode ser evitado hoje já há softers que maximizam esse aproveitando, mas muito antes da existência deles um sistema de planilhas de Excel resolvia muito bem esse tipo de problema desde que tivessem alimentadas (os softers tb precisam ser) com todos os dados que nos ajudem a decidir sobre o bom e rentável Gerenciamento de receitas.

Read more

Métricas corretas para Administração de Restaurantes

Baixe o PDF caso lhe interesse.

Para compreender como o gerenciamento de receitas se aplica ao restaurante é sobre a compreensão de que é necessário o que você está analisando e porque, logo o restaurante está simplesmente vendendo o lugar certo para o cliente certo ao preço certo.

Na maioria das vezes os Gerentes de Alimentos e Bebidas estão analisando o número de clientes, o couvert médio (ou ticket médio) ou tantas outras estatísticas que são gerados pelo empreendimento e isto não é exatamente o dado final? é o equivalente a análises a ADR da Hospedagem sem saber qual foi à ocupação, e outras tantas como a RPSM na aviação ou SqFt nas vendas em shoping, sim porque qualquer empresa que queira lucro sempre precisa se basear no Revenue Management, ele versa em restauração sobre a engenharia de cardápios.

Dos meandros da administração; Uma curiosidade: a mesma métrica usada em Shoping centers Sq Sf é necessária e usada na correta e lucrativa administração hoteleira.

Read more

Revenue Management e Algumas Peculiaridades

Falávamos de (Budget), o gestor fundamentado  Revenue Management projeta estes dados pelo menos cinco anos para frente, isso facilita muito toda uma visão de mercado e adianta possíveis correções, muitas vezes não precisando rever as atuais, pois uma vez que estas foram futuras e vieram sempre sofrendo correções necessárias, pois se o (POA) ficar fechado numa gaveta pode jogar  no lixo todo o seu negócio, ele é feito para ser acompanhado numa gestão consciente pelo menos semanalmente. Com o tempo e esta prática, acabamos tendo variações entre o estimado e o real que vão de 1,5 a 3%.

Empresas há em que esta prática nos leva a variações entre 0,5 e 1,5% – nomeadamente e por experiência os frigoríficos, onde implantei e acompanhei dois anos um sistema de Revenue Management.

Com esta prática implementada, o grande beneficiário seguinte é o departamento comercial, sabemos o que temos o que queremos e onde queremos chegar, como chegar lá é uma questão de dar diretrizes corretas às pessoas envolvidas e assim, incrementar rentabilidade.

Não vamos esquecer aqui que o (Budget) ou previsão futura de receitas e despesas deve ser feita por cada gerente e esta adicionada e compilada numa planilha geral final, ou seja, todo o gerente de departamento tem a sua responsabilidade por igual na gestão de seu respectivo departamento em particular e do empreendimento como um todo.

Num processo de gestão invariavelmente complexo e de resultados relativamente rápidos, todo o nosso movimento vai crescer e isso trazer problemas ou não.Read more