Tag: Atendimento

E a Hotelaria de luxo

Como podem ver é um ambiente pequeno, porém todos os itens de conforto aqui presentes são da mais alta qualidade. A Imagem é de UH de um HTL de Alto LUXO

Quem me conhece e lê algumas das minhas matérias sabe, eu sou o defensor número um dela – A boa e velha HOTELARIA DE LUXO.

Há hotéis que até pela época de construção fica muito difícil uma transformação adequada, no que diz respeito à parte civil, porém Hotelaria de Luxo por mais sofisticação que tenha a construção por mais modernismos que sejam usados para facilitar, não tem a menor chance de decolar se não tiver o PRINCIPAL – Uma gestão voltada para o Luxo e consequentemente o treinamento dos colaboradores nesse sentido. Vamos dar um exemplo de um empreendimento que tem sido muito falado, o Copa Cabana Palace: Coloquemos em um dos restaurantes um garçom que nunca fez nada a não ser atender em barraca de beira de praia, ou em restaurantes de Buffet? O que acha que vai acontecer? – Ele por si só vai embora se sentirá completamente deslocado.  A Menos que ele queira e alguém se disponha a ensina-lo, porque muda tudo, o vocabulário, a vestimenta, os assuntos que ele pode abordar, a forma de pisar no próprio salão como ele usa e porta os utensílios enfim tudo muda.

Read more

Vale a pena seguir tendências de final de ano?

Uma dessas tendências é a premissa de que OTAS vão vender mais que hotéis, em valores nominais com certeza, porém a OTA só venderá mais que o seu motor de reservas se o seu trabalho de casa não estiver bem feito.

Temos muitos dados para corroborar isso, temos assessorados e contatos com profissionais que após 2 anos e meio de um trabalho consistente conseguiram e isso vem evoluindo, vender no motor de reservas do hotel, mais do que a Booking, isso é trabalho bem feito. Ou seja, a Booking não é a melhor cliente, este título está consolidado no site do Hotel.

Read more

No Show – COBRANÇA INDEVIDA… SIM

https://goo.gl/QScgJg

Temos que cobrar “No Show” temos que fazer lobby no meio dos políticos para essa cobrança ser devida…. Gente o que é isso? Administrem.

Hotelaria é ATENDIMENTO E SERVIÇO é isso que nos traz clientes, e é fazendo a diferença no atendimento e serviço que os transformamos em hóspedes, são estes que sustentam a hotelaria, não os clientes. Tente a empatia: Gostaria de ser cobrado por um serviço que não recebeu? Consegue se colocar no lugar do seu cliente? Não, se conseguisse não estaria lutando por migalhas. ADMINISTRE, não mendigue.Read more

Hotel Tech BRASIL

OS LINKS DE ACESSO   https://drive.google.com/file/d/1-PWJigF22_Z5mNhh4gta_soaZiyf2r-p/view?usp=sharing

https://drive.google.com/file/d/1-PWJigF22_Z5mNhh4gta_soaZiyf2r-p/view?usp=sharing

Airbnb ou um bicho de 7 cabeças?

Temos Novamente a ABIH e seus associados se lamentando em vez de agirem e consertar o que está necessitando de conserto.

Parecem não ter compreendido ou pior não querer compreender o que é e como a Airbnb se instalou, queiram ou não foi a “Falta de Hotelaria”, mas permitam-me lembrar, o Brasil não foi o primeiro País do Mundo a ter Airbnb, e se formos falar só de Portugal, onde cada “municipio” regulamentou a sua – estão nascendo até 2019 mais 115 Hotéis, que estarão funcionando.  Aqui a ausência de profissionalismo que instalou e dá força à AIRBnB, não vou me alongar pois o meu sócio e AMIGO escreveu um artigo onde explica clara e didaticamente o sucesso do site de oferta de pernoites ou mesmo aluguel de temporada. Leia a matéria toda e assuma a sua parte.

Read more

Suas Reservas CRM Taxa de Conversão

FIQUE À VONTADE BAIXE O PDF

Em média a taxa de conversão de reservas através do seu site é inferior a 2%. Em outras palavras a cada 100 pessoas que visitam o website de um hotel menos de 2 fazem reserva.

Ou seja, os que não reservaram vieram ver ou matar certa curiosidade e fazem sua reserva em outro hotel ou pelo site ou através de OTA.

Como podemos perceber essa relação é baixa e isso independentemente de quanto você gastou em SEOs ou qualquer outro tipo de mídia. Fica claro que é insuficiente ou ineficaz o investimento na divulgação e em mídias sociais, urge fazer algo mais.

Read more

Gerenciando Relacionamentos e o CRM

Na hotelaria precisamos de Hóspedes, estes tornar-se-ão fiéis, cliente tende a nos trocar o que de forma alguma é interessante. Hoje a tecnologia nos ajuda muito nisso com os CRMs (Customer Relationship Management,) ou Gerenciamento de Relacionamento com o Cliente, em português.

Antes destes Softwers, nós tínhamos fichas manuscritas, e acreditem funcionavam extraordinariamente bem, porém, tal como os softers eles só funcionam se: 1ª forem alimentados ou estiverem integrados de forma correta, o que ainda assim não dispensa a intervenção humana.

2º se houver colaboradores capacitados para usarem as informações e souberem como fazê-lo.

Caso contrário, não funcionam, ou seja, a tecnologia ajuda e muito, porém não substitui.

Read more

A Expansão Hoteleira, Goiânia!!!

Três anos e meio antes da copa do mundo, eu li uma postagem feita pela presidente da ABIH de MG onde esta autora dizia que havia em faze inicial de projeto 30 novos empreendimentos hoteleiros, era nítida a preocupação desta Senhora pois ela tinha noção de que seriam mais trinta elefantes brancos se o Governo não investisse o que prometeu em determinados centros de convenções e havia ainda uns outros investimentos que eram a nível municipal.

Atrevi-me a colocar que aqueles empreendimentos e a maioria do parque hoteleiro local estava fadada ao fracasso, e para não falar só da parte negativa disse o que deveria ser feito para que tudo fosse bom para todos. Fizeram os 30 Hotéis, afinal o que alguém com 43 Anos de Gestão hoteleira em 3 continentes do Mundo com vivência em gestão de Hotéis de 150 a 1500 UHS pode entender de mercados? Assim eles não só acabaram com a hotelaria como levaram a área imobiliária de escritórios para o mais baixo patamar de mercado, quando eram a melhor cidade para se investir em prédios de escritório no País, em suma são uns gênios.

Read more

Revenue Management e Algumas Peculiaridades

Falávamos de (Budget), o gestor fundamentado  Revenue Management projeta estes dados pelo menos cinco anos para frente, isso facilita muito toda uma visão de mercado e adianta possíveis correções, muitas vezes não precisando rever as atuais, pois uma vez que estas foram futuras e vieram sempre sofrendo correções necessárias, pois se o (POA) ficar fechado numa gaveta pode jogar  no lixo todo o seu negócio, ele é feito para ser acompanhado numa gestão consciente pelo menos semanalmente. Com o tempo e esta prática, acabamos tendo variações entre o estimado e o real que vão de 1,5 a 3%.

Empresas há em que esta prática nos leva a variações entre 0,5 e 1,5% – nomeadamente e por experiência os frigoríficos, onde implantei e acompanhei dois anos um sistema de Revenue Management.

Com esta prática implementada, o grande beneficiário seguinte é o departamento comercial, sabemos o que temos o que queremos e onde queremos chegar, como chegar lá é uma questão de dar diretrizes corretas às pessoas envolvidas e assim, incrementar rentabilidade.

Não vamos esquecer aqui que o (Budget) ou previsão futura de receitas e despesas deve ser feita por cada gerente e esta adicionada e compilada numa planilha geral final, ou seja, todo o gerente de departamento tem a sua responsabilidade por igual na gestão de seu respectivo departamento em particular e do empreendimento como um todo.

Num processo de gestão invariavelmente complexo e de resultados relativamente rápidos, todo o nosso movimento vai crescer e isso trazer problemas ou não.Read more